Marcos do desenvolvimento infantil de 0 a 3 anos

Marcos do desenvolvimento infantil de 0 a 3 anos
1 ano atrás

Embora cada criança tenha seu próprio ritmo de aprendizado e de desenvolvimento, quando falamos em crescimento infantil também é importante levar em conta os chamados marcos do desenvolvimento infantil. Isto é, as mudanças físicas, psicológicas, sociais e emocionais que são esperadas e costumam marcar cada etapa da vida dos pequenos e pequenas. Pensando nisso, vamos conhecer agora mesmo os marcos do desenvolvimento infantil de 0 a 3 anos?  Acompanhe a leitura!

Quais são os marcos do desenvolvimento infantil de 0 a 3 anos?

Sabemos que a primeira infância é uma etapa crucial para o desenvolvimento humano. Essa fase, que se estende da gestação ao sexto ano de vida das crianças, compreende um período de intensas mudanças para os pequenos e pequenas. E os bebês, em especial, adquirem habilidades motoras, cognitivas e socioemocionais em um curto período de tempo!

Durante o primeiro ano de vida, por exemplo, os sentidos do bebê são desenvolvidos e aprimorados. Por isso, todos os dias, vemos os pequenos e as pequenas explorando, fazendo descobertas e superando obstáculos.  Dessa maneira, o aprendizado é o foco destes anos iniciais!

No entanto, diante de tantas mudanças e tamanhas novidades, como saber se o seu bebê está se desenvolvendo conforme o esperado? Para isso, os marcos do desenvolvimento infantil de 0 a 3 anos podem ajudar! Confira:

Do nascimento a 1 ano de idade

O bebê se desenvolve intensamente do nascimento aos 12 meses! Ao nascer, o pequeno ou pequena já é capaz de reconhecer a voz de quem o cerca e se recordar dos sons que ouvia na vida intrauterina, como a voz materna.  Já a sua visão é desenvolvida ao longo dos meses, se tornando nítida apenas por volta do oitavo mês de vida.

Os movimentos, inicialmente desordenados, aos poucos se tornam mais elaborados, finos. E o bebê passa a demonstrar cada vez mais interesse e intenção! Por fim, o desenvolvimento do tônus postural já possibilita o sustento da cabeça por volta dos três meses. Isso permite que a criança comece a se sentar:

  • Com apoio aos 6 meses;
  • Sem apoio aos 9 meses;
  • Manter-se em pé quando apoiada aos 11 meses.

De 1 a 2 anos de idade

Em média, os bebês começam a andar com 1 ano e 3 meses. Esse progresso das habilidades motoras permite que a criança consiga subir em móveis, por exemplo, até 1 ano e 6 meses. Além disso, ela já poderá correr e descer escadas até completar 2 anos.

Ainda, entre 1 e 2 anos de idade, a criança adquire maior vocabulário, conseguindo arriscar alguns sons mais parecidos com palavras. Isso poderá ocorrer logo aos 12 meses, evoluindo até aos 24 meses, quando o pequeno ou pequena começa a falar poucas palavras pontuais.  Em seguida, a criança já poderá começar a formar pequenas frases!

Entre o primeiro e o segundo ano de vida, costuma ocorrer também o desmame. Para finalizar, nessa segunda etapa do desenvolvimento infantil, a criança mostra-se mais sociável e poderá realizar pequenas atividades com ajuda dos adultos, tais como:

  • Vestir-se;
  • Escovar os dentes;
  • Desenhar.

De 2 a 3 anos de idade

Entre 2 e 3 anos de idade, a criança mostra um melhor controle do seu corpo, já sendo possível o desfralde.  Além disso, ela já poderá se alimentar sozinha e começa a ter predileção pelo lado esquerdo ou direito do seu próprio corpo.

Nesse período, as crianças também apresentam um maior domínio e entendimento da fala. Assim, aos 3 anos, é comum que os pequenos e pequenas consigam cantar, contar histórias e manter pequenos diálogos.

Nesta fase, o tempo de concentração aumenta. Então, as crianças já conseguem:

  • Aprender alguns conceitos;
  • Imaginar histórias;
  • Brincar com outras crianças de forma lúdica e espontânea.

Como estimular o bebê em cada fase do desenvolvimento infantil?

0 – 3 meses

Converse e faça carinho no seu bebê. Esse contato é essencial para reforçar vínculos e estimular os sentidos dos pequenos e pequenas. Além disso, incentive o bebê a perceber da onde vem o som e a pegar objetos, por exemplo.

3 – 6 meses

Agora que o bebê já possui maior tônus postural, encoraje o bebê a mudar de posição e interagir com diferentes brinquedos e objetos. Lembre-se de dar preferência para materiais com cores chamativas e vibrantes, que chamem a atenção do pequeno ou pequena!

6 – 12 meses

Leia fábulas, lendas, contos clássicos e outras histórias infantis para seu pequeno ou pequena.  Também invista em músicas para cantar e dançar com o bebê. Essas situações são fundamentais para incentivar a criatividade, a imaginação, o raciocínio lógico e incentivar habilidades motoras e cognitivas.

Ainda, os pais, mães e pessoas responsáveis podem ensinar brincadeiras e gestos para sua criança, como dar oi, dar tchau, mandar beijos e bater palmas. Por fim, não deixe de apresentar comandos simples para os bebês. É o caso de “pegue o brinquedo” ou “pegue a colher”, por exemplo.

1 ano – 3 anos

Ensine diferentes palavras e apresente diversos contextos para o bebê, através de livros infantis e músicas.  E estimule a criança a falar por si mesma! Ou seja, converse com o pequeno ou pequena, evitando falar por ela.

Como um dos marcos do desenvolvimento infantil é aprender a brincar, você deve permitir que a criança brinque bastante. Seja sozinha, com os adultos ou com outras crianças, deixe que ela explore o ambiente e os materiais! Afinal, esse é um momento especial para criar histórias, praticar o faz de conta e viver o lúdico.

Para finalizar, comece a dar pequenas tarefas para o pequeno ou pequena, como guardar os objetos após a brincadeira. Aqui, é fundamental que a criança já comece a ter algumas responsabilidades!

email

Se inscreva em nossa newsletter

Fique por dentro das novidades e promoções

Assinar
Precisa de ajuda? Converse conosco